De Mãe para Filho

Não percebi a tempo.
Quando vi, era consumado;
não dava pra segurar, nem era o caso.

Mas não se deu lentamente,
tudo aconteceu de repente,
sem aviso ou preparação.

Quando você nasceu,
pequenino e dependente,
acreditei que você fosse meu.

Entre tantos acontecimentos,
em um dado momento,
percebi que você cresceu.

Prepara a própria comida,
trabalha, estuda, se diverte,
dirige carro e a própria vida.

E eu só quero te dizer:
em qualquer tempo, para o que precisar,
sabe onde me encontrar.

A meu filho Vítor, em 20/09/2009.

Maria Inês


Voltar
Pousada Recanto Fazendinha - Estrada Municipal Santa Cruz do Rio Abaixo - Km 7,3 - São Luiz do Paraitinga